A Raça

 

Home

História

 

A origem do shih-tzu envolve uma lenda romântica sobre um jovem casal: uma princesa chinesa e um plebeu tibetano. Sua união era impossível, por isso resolveram demonstrar esse amor através de um símbolo que representasse a união entre os dois mundos, cruzando o cão pequinês, originário de Pequim, capital da china, com o Lhasa apso, originário de Lhasa, capital do Tibete.

 Os shih-tzus eram mantidos nos templos tibetanos como cães sagrados, e alguns imperadores chineses foram presenteados com exemplares da raça. Assim, essa foi uma das poucas raças que freqüentavam a “Cidade Sagrada” (Cidade Proibida), sendo tratados como cães de luxo, com toda a mordomia a que tinham direito.

 

Temperamento

O shih-tzu é um cão extremamente dócil, é perfeito para crianças e idosos e convive muito bem com outros cães. Carinhoso e independente, adora estar ao lado do dono, seja brincando ou simplesmente fazendo companhia. Pode ser considerado o mais tranqüilo entre os cães peludos mais conhecidos.

 Adapta-se muito bem a apartamentos pois, além de latir muito pouco, não exige grandes espaços físicos. Ao contrário, prefere ficar dentro de casa e sair apenas de vez em quando. Não exige muita atividade física, sendo suas brincadeiras e corridas pela casa suficientes como exercícios.

 É um cachorro muito vaidoso  e, quando acostumado desde pequeno, aprecia ser escovado, aproveitando o momento de carinho diário. Ao final da escovação, fica todo orgulhoso e adora se mostrar.

 Tem a  personalidade forte, às vezes é um pouco teimoso, porém é um cão  muito inteligente. Na maioria das vezes, ele sabe o que você deseja e sabendo lidar com ele, facilmente se terá o resultado desejado.

 

 

Home