Translate       Traducir    
Boletim de Notícias
Boletim Eletrônico - N° 995
  
RECEBA AS NOTÍCIAS POR E-MAIL Cadastre seu E-mail
linhagrossa
Faça uma homenagem ao seu Pet, acenda a Chama da Recordação, clique aqui.
 
Cuidados específicos com cães de estimação podem evitar problemas
Existem técnicas específicas para treinar cães de companhia ou de guarda.
Tempo médio para adestramento é de 6 meses, dependendo da idade e raça

Adestrador com cão durante treinamento,
Adestrador com cão durante treinamento, 'respeito e confiança são pontos importantes', diz (Foto: Andréia Machado/G1)

Ter um animal em casa, além de cuidados básicos, requer paciência durante o aprendizado. Quando ainda são filhotes, os cães levam um tempo para aprender as regras da casa. Em alguns casos o adestramento é a melhor opção, evitando, assim, o estresse do animal o mau comportamento em família. Há cinco anos no ramo, o especialista em adestramento animal de Vilhena (RO) José Chagas do Nascimento dá dicas sobre como lidar com os bichinhos. Gestos e tom de voz corretos garantem o bom comportamento do animal de estimação.

Segundo Chagas, o amor é essencial para adestrar cachorros. Com mais de 100 animais adestrados o policial militar diz que existem técnicas específicas para treinar cães de companhia ou de guarda.

Outro ponto importante é escolher um animal com as características da família. “É muito comum as pessoas comprarem um cão olhando apenas a sua beleza, sem levar em conta que o cachorro pode crescer demais, ser ativo demais, e não agradar tanto o dono após se tornar adulto. Em muitos casos os donos começam a maltratar os bichos ou mesmo abandonam os animais, porque não sabem mais como lidar com o comportamento dele', afirma o adestrador.

Ensinando limites

Para Chagas, uma das principais causas da desobediência dos cães é a falta de limites e liderança. Cabe ao dono mostrar quem é o líder, sempre com autoridade e carinho. Para treinar o animal, em média são necessários seis meses de adestramento contínuo, respeitando idade e raça. Quanto mais velhos, mais tempo será preciso.

Além de treinar o animal, o programa também inclui o dono, que precisa aprender os gestos corretos e o tom de voz ideal para que o cão aprenda cada comando. 'Os cães de companhia - geralmente os de porte pequeno - aprendem a não pular em visitas, a não roer os móveis e aprendem o local correto para fazer as necessidades fisiológicas', diz Chagas.

Quando se trata da escolha de um cachorro para realizar a guarda da residência, Chagas explica que o pastor alemão se destaca na preferência das famílias por ser uma raça criada especialmente para defesa de propriedades. Musculoso, ágil e resistente, o rotweiler também é indicado para essa função.

Outros cuidados são importantes para a boa convivência com animais de grande porte. Chagas aconselha o uso de focinheiras durante passeios com seus animais, que devem ser feitos pelo menos uma vez por dia. De acordo com o profissional, cachorros que ficam presos por muito tempo podem ficar estressados e agressivos, trazendo perigo para a família toda.

“Ter amor e carinho é fundamental para educar um cãozinho. Com isso ele aprende tudo mais rapidamente. De resto é só aproveitar e curtir muito a amizade verdadeira entre cães e homens”, finaliza Chagas.


Fonte: G1 - Publicado neste site em 07/01/2013