Translate       Traducir    
Boletim de Notícias
Boletim Eletrônico - N° 976
  
RECEBA AS NOTÍCIAS POR E-MAIL Cadastre seu E-mail
linhagrossa
Faça uma homenagem ao seu Pet, acenda a Chama da Recordação, clique aqui.
 
Cães conseguem detectar câncer de pulmão com o olfato, sugere estudo
Descoberta abre caminho para diagnóstico precoce da doença.
Um novo estudo sobre o tema está previsto para ser realizado em breve.

Os cães têm uma grande capacidade para detectar o câncer de pulmão com seu olfato apurado, uma descoberta que abre caminho para um diagnóstico precoce desta doença, sugere estudo realizado na Áustria e publicado nesta quarta-feira (5).

'Os cachorros não têm qualquer problema para identificar os pacientes com tumores cancerígenos', explica Peter Errhalt, chefe do departamento de pneumologia do hospital de Krems (nordeste da Áustria) e um dos autores da descoberta.

Os cães do estudo sentiram o cheiro de 120 amostras de hálito de pessoas doentes e saudáveis e conseguiram identificar em 70% dos casos as que sofriam com câncer de pulmão. Este resultado é tão promissor que está previsto um novo estudo de dois anos com amostras de 1.200 pessoas, indicou Peter Errhalt em coletiva de imprensa.

Galeria reúne cães e gatos de diversas espécies  (Foto: Reprodução)
Através da análise do hálito de pessoas doentes e saudáveis, cães conseguiram identificar a maioria daqueles que sofriam de câncer de pulmão (Foto: Reprodução)

A investigação científica dos austríacos coincide com outros testes realizados nos Estados Unidos e Alemanha. O objetivo em longo prazo é determinar quais são exatamente os odores que os cachorros são capazes de detectar, explica Michael Muller, do hospital Otto Wagner de Viena, que colaborou com o estudo.

Se for alcançado este objetivo, os cientistas poderão construir uma espécie de 'nariz eletrônico' para diagnosticar o quanto antes o câncer de pulmão e aumentar assim as possibilidades de sobrevivência dos pacientes.


Fonte: G1  - Publicado neste site em 09/12/2012