Translate       Traducir    
Boletim de Notícias
Boletim Eletrônico - N° 910
  
RECEBA AS NOTÍCIAS POR E-MAIL Cadastre seu E-mail
linhagrossa
Faça uma homenagem ao seu Pet, acenda a Chama da Recordação, clique aqui.
 
Cães que sofriam maus-tratos são retirados de chácara em Uberaba, MG

Os animais foram encaminhados para um hotelzinho especializado.
Dono chegou a ser preso, mas foi solto após prestar depoimento.

30 dos 36 cães já foram encaminhados para outras casas (Foto: Reprodução/TV Integração) A maioria dos cachorros são fêmeas e estão prenhas (Foto: Reprodução/TV Integração)
Trinta dos 36 cães já foram encaminhados para outras casas | A maioria dos cachorros são fêmeas e estão prenhas

Depois de uma semana, os cães encontrados abandonados em uma chácara perto de Uberaba, no Triângulo Mineiro, foram retirados do local no começo da noite dessa terça-feira (30). Os animais, a maioria fêmeas que estão prenhas, foram levados para um hotelzinho especializado.

Os cães foram retirados da chácara depois de uma determinação judicial de busca e apreensão. Dos 36 animais que chegaram ao hotel, 30 já foram encaminhados para outras casas. A procura para adoção destes filhotes de raça ainda é grande, mas todos os novos donos já estão determinados. A seleção foi feita pela Sociedade Uberabense de Proteção aos Animais (Supra). “Esses animais estão com um fiel depositário, então não tem como adotá-los. Quem quiser, a Supra tem 380 cães para serem adotados, que são considerados vira-latas, e a procura é praticamente zero. Eu gostaria que as pessoas soubessem que esses animais estão muito mais mau tratados do que muitos vira-latas que a gente tem. As pessoas que compram e incentivam esse comércio, que a gente é totalmente contra, pelo menos deveriam ter o discernimento de ir até o local verificar nas matrizes como eles estão sendo cuidados”, afirmou a diretora da Supra, Denise Max.

A maioria dos cães são fêmeas e quase todas estão prenhas. Por enquanto, todos os cuidados com alimentação e hospedagem são pagos pela dona do hotelzinho. Em 15 anos, ela nunca viu nada igual. “É algo inédito, nunca aconteceu. Nunca teve uma repercussão tão grande, nem nada disso aqui”, contou a dona do hotelzinho, Raquel Sotero. Uma das cadelas deve ficar no hotel mesmo. Foi paixão à primeira vista e até já ganhou um nome: Fofa.

O responsável pela chácara onde os animais estavam, que era dono de um pet shop, é suspeito de maltratar os animais. Ele chegou a ser detido, mas foi liberado após prestar depoimento. Os cães foram encontrados em condições de abandono e alguns estavam bem debilitados. Dois filhotes apresentam doenças de pele, lesões nos olhos e quadro de desnutrição e continuam em recuperação no Hospital Veterinário da cidade.


Fonte: G1 - Publicado neste site em 03/11/2012