Translate       Traducir    
Boletim de Notícias
Boletim Eletrônico - N° 745
  
RECEBA AS NOTÍCIAS POR E-MAIL Cadastre seu E-mail
linhagrossa
Faça uma homenagem ao seu Pet, acenda a Chama da Recordação, clique aqui.
 
Espancado pelo dono e com várias feridas, Léo pode ter o genitália amputada

Os veterinários Marco Aurélio (sem jaleco), dono da clínica, e Rafael Azevedo cuidam de Léo desde sábado (Gabriella Furquim/Esp. CB/ DA Press)
Os veterinários Marco Aurélio (sem jaleco), dono da clínica, e Rafael Azevedo cuidam de Léo desde sábado

Apelidado de Léo pelos veterinários, o cachorro socorrido no último sábado, quando era espancado pelo dono de 78 anos, na Terceira Avenida do Núcleo Bandeirante, voltou a receber cuidados profissionais. Após receber os primeiros atendimentos, Léo fugiu da clínica na manhã de ontem. “Ele mordeu a tela até fazer um buraco, arrancou a sonda e o soro, e ficou esperando na garagem, quando abrimos o portão para entrar, saiu correndo. Não sei de onde ele tirou forças”, conta o veterinário Marco Aurélio da Silva Gomes. Além das marcas de violência e maus-tratos, o cachorro apresenta uma ferida gravíssima na genitália. “Está tudo gangrenado, nós vamos ter que amputar tudo”, relata o também veterinário Rafael Barbosa.

Nos próximos dias, o animal passará por cirurgia para a remoção da genitália. “É uma cirurgia complicada e ele está muito magro e fraco. Precisamos deixá-lo mais forte. Além disso, a infecção no órgão genital pode ter passado para corrente sanguínea ou atingido outro órgão e precisamos ter certeza de tudo antes de operá-lo”, explica o veterinário Rafael Azevedo. Por enquanto, não se sabe se o cachorro vai voltar a se chamar Barão e retornar para a casa do dono que o agrediu ou se ele vai ficar com o novo nome, Léo, e ganhar outro lar. O destino do animal, segundo o delegado, será decidido pela Justiça. 


Fonte: Correio Braziliense - Publicado neste site em 28/07/2012