Translate       Traducir    
Boletim de Notícias
Boletim Eletrônico - N° 51
  
RECEBA AS NOTÍCIAS POR E-MAIL Cadastre seu E-mail
linhagrossa
Faça uma homenagem ao seu Pet, acenda a Chama da Recordação, clique aqui.
 

Cães e gatos devem ter autorização para viagens internacionais

Em 2010, o Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), contabilizou o trânsito de aproximadamente seis mil animais. A primeira providência que o viajante deve tomar para levar o animal ao exterior é se informar sobre as exigências sanitárias do país de destino

O trânsito de animais depende de um certificado emitido pelo Vigiagro, o Certificado Zoossanitário Internacional (CZI). Para a obtenção do documento é necessário procurar um veterinário, que fornecerá o atestado de saúde do animal e outros documentos eventualmente exigidos pelo país de destino. 

Como o atestado de saúde tem validade de três dias, é preciso, dentro desse prazo, dirigir-se à unidade do Vigiagro mais próxima para obter o CZI, que terá validade de dez dias. Caso a viagem demore mais do que isso, o prazo de validade do CZI pode ser estendido. 

A fiscal federal do Vigiagro, Mirela Eidt, lembra que as autoridades sanitárias brasileiras só podem emitir o CZI se toda a documentação exigida pelo país de destino estiver providenciada. “Para solicitar o certificado não é preciso levar o animal, apenas os documentos”, destaca. O CZI é gratuito e fica pronto na hora

A exigência brasileira para receber cães e gatos vindos do exterior é o CZI, juntamente com comprovante de vacinação contra a raiva, emitido por veterinário e assinado por agente do governo do país de origem. 

As unidades do Vigiagro funcionam de segunda à sexta-feira, em horário comercial (8h às 18h). Todos os aeroportos dispõem do serviço. 

Juliana Bacci

(Foto: Shutterstock)
Fonte: Globo Rural - Plante Bicho - Publicado neste site em 21/02/2011


VEJA TAMBÉM:
Cães reais ensinam cachorro-robô da Google a andar
Mosquitos transmitem doenças graves a pets e veterinária alerta para eliminação de criadouros
Em decisão histórica, cidade chinesa proíbe consumo de cães e gatos
Cidade chinesa de Shenzhen proíbe comer cães e gatos após covid-19
Mercados chineses voltaram a vender morcegos, cães e gatos
Covid-19: Como manter a rotina do meu cão durante o isolamento?
Espanhóis usam cães como salvo-conduto para sair de casa
Gato na Bélgica é primeiro felino a testar positivo para coronavírus
Cachorros são treinados para detectar coronavírus pelo faro na Inglaterra
A ansiedade de seu cachorro pode estar associada com a raça, diz estudo