Translate       Traducir    
Boletim de Notícias
Boletim Eletrônico - N° 304
  
RECEBA AS NOTÍCIAS POR E-MAIL Cadastre seu E-mail
linhagrossa
Faça uma homenagem ao seu Pet, acenda a Chama da Recordação, clique aqui.
 
Montanhista descobre cachorro no topo do Kilimanjaro

Um montanhista viu um cachorro vivo no topo do Kilimanjaro, a montanha mais alta da África, a mais de 5,7 mil metros de altitude e a vários graus abaixo de zero, publicou nesta quarta-feira a revista tanzaniana 'Bab Kubwa'.

'Estava urinando quando vi o cachorro deitado a um metro da rocha onde eu estava', declarou John Messe, um turista que subiu com outros três amigos e fez uma foto do animal com o celular.

O cume, o pico Uhuru ('Liberdade', em suaíli), tem quase 6 mil metros de altitude e uma temperatura que pode chegar a 15 graus negativos. Pelo intenso frio que faz nessa altitude, vários cientistas se questionaram como o animal conseguiu subir e sobreviver.

Na opinião do veterinário Wilfred Marealle, é normal um cachorro resistir em condições ambientais de frio extremo, mas 'é pouco comum que suba ao cume do Kilimanjaro', no norte da Tanzânia, e avisou futuros montanhistas que encontrarem o cachorro que tenham cuidado, já que o animal pode ter raiva.

O diretor de marketing da empresa que organizou a subida dos montanhistas ao Kilimanjaro garantiu que há dez anos viu outro cachorro em um acampamento a 3.960 metros acima do nível do mar.

O fato lembra o livro 'As neves do Kilimanjaro', de Ernest Hemingway, em que o autor americano fala da descoberta do esqueleto seco e congelado de um leopardo e afirma que ninguém conseguiu explicar o que o felino procurava naquelas alturas.


Fonte: Terra Notícias - Publicado neste site em 07/09/2011