Translate       Traducir    
Boletim de Notícias
Boletim Eletrônico - N° 218
  
RECEBA AS NOTÍCIAS POR E-MAIL Cadastre seu E-mail
linhagrossa
Faça uma homenagem ao seu Pet, acenda a Chama da Recordação, clique aqui.
 
DNA de cachorro será usado para identificar donos que não recolherem sujeira do animal

Os moradores de um condomínio nos Estados Unidos vão registrar o DNA de seus animais, que andarão com colar de identificação, para garantir que todos recolham os excrementos dos bichos. As multas para quem não recolher a sujeira serão de US$ 1 mil

Por Agência EFE
 Shutterstock
Americano passeia com seu cão pelas ruas: condomínio em Miami quer multas pesadas para quem não recolher sujeira

A associação de moradores de um condomínio da Flórida (EUA) realizará exames de DNA nos excrementos de cachorros para identificar os donos que não recolherem a sujeira de seus animais de estimação em áreas comuns, informou nesta quarta-feira (29/06) o jornal 'The Palm Beach Post'.

A partir do dia 1º de agosto, os moradores deste condomínio de 485 casas pagarão uma taxa inicial de US$ 200 à empresa DNA Pet World Registry para arquivar o DNA dos cães, que usarão um colar com identificação.

Uma vez armazenada a informação, as amostras de excrementos encontrados nas áreas comuns serão enviadas a esta companhia, com sede no estado do Tennessee (EUA), para serem comparadas.

A associação de moradores Village of Abacoa, na cidade de Jupiter (costa leste da Flórida), ameaça impor uma multa de US$ 1 mil aos donos dos cães cujo DNA, extraído da saliva, coincidir com o das amostras de excrementos não recolhidos.

Segundo a associação, as despesas anuais de limpeza desses excrementos variam entre US$ 10 mil e US$ 12 mil.

Em caso de reincidência na infração, aqueles que não recolherem os dejetos de seus cães podem até mesmo perder a guarda dos animais. EFE 


Fonte: Negócios - Publicado neste site em 04/07/2011