Translate       Traducir    
Boletim de Notícias
Boletim Eletrônico - N° 1396
  
RECEBA AS NOTÍCIAS POR E-MAIL Cadastre seu E-mail
linhagrossa
Faça uma homenagem ao seu Pet, acenda a Chama da Recordação, clique aqui.
 
Fazendeiros vão conceder prêmio a defensores dos animais

Uma federação italiana de fazendeiros, comerciantes e donos de animais decidiu premiar defensores dos direitos dos animais. O prêmio chama-se 'Prêmio Hitler'

Adolf Hitler

Adolf Hitler:'Nós não temos intenção alguma de minimizar a tragédia dos povos', 'mas queremos mostrar a analogia e condenar o extremismo que gera danos ao homem'

Uma federação italiana de fazendeiros, comerciantes e donos de animais, a FederFauna, decidiu conceder um anti-prêmio, que decidiu chamar de 'Prêmio Hitler', aos defensores dos direitos dos animais, indicou nesta quarta-feira a FederFauna em seu site.

Este 'prêmio' é 'para condenar aqueles que violam os direitos humanos em nome desses animais', segundo a federação.

'Hitler era um vegetariano que defendia o amor pelos animais, mas condenou à morte homens, mulheres e crianças, não só judeus, mas também ciganos, homossexuais e tantos outros que não representavam a sua ideologia e seu regime', declarou, de acordo com o site, o ator e diretor de origem judaica Massimo Emilio Gobbi, que entregará o prêmio em 24 de novembro.

'Nós não temos intenção alguma de minimizar a tragédia dos povos' que sofreram perseguição durante o regime nazista, 'mas queremos mostrar a analogia e condenar o extremismo que gera danos ao homem', como os protetores dos animais, indicou à AFP Sandra Manzi, porta-voz da FederFauna.

'Não podemos tratar os animais como seres humanos', ressaltou.

A iniciativa foi lançada em 2012, segundo Manzi, e a sede do FederFauna, em Bolonha, foi depredada na ocasião por defensores dos animais.

A cerimônia de premiação está prevista para acontecer em Bolonha, mas o local ainda não foi decidido. O nome do premiado é mantido em absoluto sigilo.


Fonte: Exame - Publicado neste site em 29/11/2013