Translate       Traducir    
Boletim de Notícias
Boletim Eletrônico - N° 1390
  
RECEBA AS NOTÍCIAS POR E-MAIL Cadastre seu E-mail
linhagrossa
Faça uma homenagem ao seu Pet, acenda a Chama da Recordação, clique aqui.
 
Cão que perdeu todos os movimentos em acidente volta a andar

Equipe de abrigo no qual o animal vivia pediu ajuda na web e juntou mais de US$ 6 mil em uma noite para cirurgia

Editora Globo

Kenny, que havia sido abandonado nas ruas pelo dono, morava em um abrigo para cães em Los Angeles, nos Estados Unidos. Até que um dia, acidentalmente, um voluntário do lugar deixou cair um porta em cima do cachorro. O objeto bateu na região do pescoço do bicho, que acabou perdendo todos os movimentos de seu corpo. 

Os exames e a cirurgia necessários para tentar salvar o animal eram muito caros e o abrigo não podia pagar. Diante do sofrimento de Kenny e da certeza de que ele jamais voltaria a andar, veterinários sugeriram que o bicho fosse sacrificado.

Editora Globo

Foi então que o dono do abrigo decidiu procurar Leslie McMahon, fundadora do centro de reabilitação canina 'Two Hands Four Paws'. Sensibilizada com a história de Kenny, ela permitiu que o cão fosse atendido no local durante quatro horas por dia. O bicho realizava exercícios na piscina, massagens e acupuntura. O objetivo era que o tratamento mantivesse os músculos do cachorro 'trabalhando', já que a cirurgia custava muito caro

Editora Globo

Editora Globo

Apesar dos esforços, o animal parou de urinar e os veterinários, então, reconheceram que nada mais poderia ser feito pelo bicho. 

Sabendo do problema financeiro que impedia o cão de operar, o abrigo de Kenny pediu ajuda ao grupo de resgate de animais 'Bill Foundation', que deu a ideia de divulgar a história de Kenny nas redes sociais. 

Em apenas uma noite, mais de US$ 6 mil foram doados para pagar a cirurgia do cachorro. 

No dia seguinte, o cão foi operado. Durante o período de recuperação, ele teve pneumonia e, mais uma vez, correu risco de morrer. Mas, na mesma época, o cachorro surpreendeu a todos os envolvidos em sua história.

Em uma tarde, enquanto descansava no abrigo, o cachorro levantou e voltou a andar. A cena emocionante, que aconteceu seis meses após o acidente com a porta, foi registrada.

Editora Globo

Hoje Kenny realiza 25 horas semanais de fisioterapia, além de acupuntura. 

Uma família provisória está cuidando do cão, que busca um lar definitivo para viver. 

Assista ao vídeo:



Fonte: Globo Rural - Publicado neste site em 29/11/2013