Translate       Traducir    
Boletim de Notícias
Boletim Eletrônico - N° 1380
  
RECEBA AS NOTÍCIAS POR E-MAIL Cadastre seu E-mail
linhagrossa
Faça uma homenagem ao seu Pet, acenda a Chama da Recordação, clique aqui.
 
Agência dos EUA alerta donos sobre guloseimas para cães e gatos

Órgão pediu que qualquer problema após ingestão seja relatado.
Nota afirma que mais de 500 animais morreram após consumo.

A Administração de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA, em inglês) alertou donos de cães e gatos sobre possíveis problemas nos animais após o consumo de guloseimas direcionadas a eles importadas da China. A agência pediu que os donos relatem qualquer mal estar dos animais.

Em uma nota direcionada a consumidores e veterinários divulgada nesta terça-feira (22/10), o órgão afirmou ter relacionado doenças sofridas por 3,6 mil cães e 10 gatos ao consumo de guloseimas com problemas. Os casos são datados desde 2007, e cerca de 580 animais morreram.

Foto tirada em setembro mostra o cão Doodles pouco antes de morrer após ficar doente. Segundo sua dona, Patricia Cassidy, ele é um dos animais que passou mal após consumir guloseimas para animais importadas da China (Foto: Patricia Cassidy/AP)

Foto tirada em setembro mostra o cão Doodles pouco antes de morrer após ficar doente. Segundo sua dona, Patricia Cassidy, ele é um dos animais que passou mal após consumir guloseimas para animais importadas da China (Foto: Patricia Cassidy/AP)

A FDA disse que seu centro de medicina veterinária já realizou mais de 1,2 mil testes, visitou fábricas que produzem os itens na China e tem trabalhado com pesquisadores, laboratórios e governos estrangeiros, mas ainda não conseguiu determinar o que tem causado as doenças nos animais.

Segundo a agência, os sintomas mais comuns são falta de apetite, redução no ânimo dos animais, vômito e diarreia, que normalmente aparecem horas após o consumo das guloseimas.


Fonte: G1 - Publicado neste site em 15/11/2013