Translate       Traducir    
Boletim de Notícias
Boletim Eletrônico - N° 134
  
RECEBA AS NOTÍCIAS POR E-MAIL Cadastre seu E-mail
linhagrossa
Faça uma homenagem ao seu Pet, acenda a Chama da Recordação, clique aqui.
 
Irã pode proibir cães de estimação no país


O governo iraniano pode proibir a população de ter cachorros como animais de estimação. Segundo a revista Time, um projeto de lei em tramitação no país prevê multa de quase R$1.000 aos infratores, além de apreensão do animal.

O motivo é que o governo de Mahmoud Ahmadinejad teme a aproximação excessiva do país com o Ocidente, o que já vem acontecendo há alguns anos.

Na cultura islâmica, os cães são considerados impuros e devem ser utilizados apenas para auxiliar atividades no campo. No entanto, com o acesso a filmes e programas de televisão americanos e europeus, os iranianos passaram a adotar os pets e tratá-los com os mesmos mimos dos ocidentais.

O projeto de lei alerta que, além de constituir um problema para a saúde pública, os cães são uma “imitação cega da cultura vulgar ocidental”. Se for aprovado, os cachorros podem ter o mesmo destino de vários outros capturados nas ruas de Teerã, capital do país. “Muitos, aqui e em outras grandes cidades, são mortos numa ofensiva cruel”, disse o jornalista iraniano Omid Memarian, especialista em direitos humanos.

A medida tem gerado protestos por parte de ativistas ligados aos direitos dos animais, que consideram ilegais as ações contra a posse de cães.

(Foto: Behrouz Mehri/AFP)


Fonte: Globo Rural - Publicado neste site em 25/04/2011