Translate       Traducir    
Boletim de Notícias
Boletim Eletrônico - N° 1339
  
RECEBA AS NOTÍCIAS POR E-MAIL Cadastre seu E-mail
linhagrossa
Faça uma homenagem ao seu Pet, acenda a Chama da Recordação, clique aqui.
 
Pets podem desenvolver compulsão alimentar por tédio e estresse

O estudo mostrou que labradores, terrier escoceses e cocker spaniels estão entre as raças de cães mais propensas ao problema.

Um estudo feito por veterinários descobriu que cães e gatos de estimação podem entrar em quadro de obesidade por razões emocionais. Os animais em compulsão alimentar consomem mais do que precisam para lidar com o tédio e estresse, de acordo com a pesquisa. Impor uma dieta ao pet, no entanto, pode torná-lo infeliz. A taxa de obesidade chega a 25% nos gatos e 45% nos cães. As informações são do Daily Mail.

Enquanto humanos partem para doces e comidas de alto teor calórico quando estão deprimidos, os animais se contentam apenas com a ração, mas comem mais do que o habitual. Os problemas de obesidade dos pets devem estar na lista de preocupações do dono e exige uma reavaliação na rotina do animal, ao invés de uma restrição à alimentação.

O estudo mostrou que labradores, terrier escoceses e cocker spaniels estão entre as raças de cães mais propensas ao problema. As fêmeas se mostraram mais suscetíveis à obesidade. Em relação aos gatos, os que vivem em casas com apenas um ou dois gatos apresentaram mais tendência ao ganho de peso.


Fonte: Terra Notícias - Publicado neste site em 29/09/2013