Translate       Traducir    
Boletim de Notícias
Boletim Eletrônico - N° 123
  
RECEBA AS NOTÍCIAS POR E-MAIL Cadastre seu E-mail
linhagrossa
Faça uma homenagem ao seu Pet, acenda a Chama da Recordação, clique aqui.
 

Prefeito de Alto do Rodrigues explica matança de 26 cães no município


Júlio Pinheiro - repórter

Um vídeo que circula na Internet está provocando revolta nas redes sociais. No fim de semana, a Prefeitura de Alto do Rodrigues sacrificou 26 cães e enterrou os animais em um lixão da cidade. De acordo com o prefeito local, Eider Medeiros, a Prefeitura recolheu 50 cães de rua e os veterinários diagnosticaram que 26 animais tinham calazar, e por isso foram sacrificados e enterrados no domingo (17). Segundo o prefeito, a postagem do vídeo na Internet teve motivação política.

No início da tarde desta segunda-feira (18), um vídeo postado no YouTube mostrava o momento em que funcionários da Prefeitura do Alto do Rodrigues, utilizando uma carrocinha cedida pela Prefeitura de Assu, enterravam os cães em uma vala no lixão próximo à cidade.

O prefeito explicou que apenas animais de rua foram sacrificados e, mesmo antes do resultado de exame laboratorial, dois veterinários da Prefeitura do Alto do Rodrigues atestaram que os cães portavam leishmaniose viceral, mais conhecida como calazar. A doença é comum em homens e cães, sendo mais aparentes os sintomas nos animais. O prefeito Eider Medeiros disse que os cães foram sacrificados para conter um possível surto da doença na região.

'Nós estamos fazendo uma campanha para combater o calazar. Durante toda a semana informamos na rádio e em carros de som que haveria o recolhimento de cães que estivessem nas ruas e os donos teriam 24 horas para ir buscar os animais. Na sexta e sábado recolhemos os animais, 24 foram retirados pelos donos e os outros 26, com claros sintomas de estágio avançado de calazar, precisaram ser sacrificados e enterrados', explicou Eider Medeiros.

Com uma população de aproximadamente 12 mil pessoas, Alto do Rodrigues tem, segundo o prefeito, quase 2.400 cães. De acordo com Eider Medeiros, a atitude de sacrificar os animais antes do resultado do exame laboratorial foi necessária para evitar que outros animais pudessem ser contaminados. 'As amostram foram enviadas para Mossoró e teremos os resultados mais à frente, para constar. Os veterinários viram o estado dos cães e era claro que eles estavam com a doença', disse.

Sobre o local onde os animais foram colocados, o prefeito explicou que membros da vigilância sanitária da cidade teriam liberado a vala como destino para os animais mortos. De acordo com ele, os técnicos garantiram que não há risco de contaminação de pessoas ou outros animais com os restos da cães mortos (e supostamente doentes) no lixão.

'Esse vídeo foi coisa do pessoal do DEM, que está revoltado porque deixaram o poder depois de 30 anos. São adversários desesperados', acusou Eider Medeiros.

Confira o vídeo:




Fonte: Tribuna do Norte - Publicado neste site em 19/04/2011