Translate       Traducir    
Boletim de Notícias
Boletim Eletrônico - N° 1225
  
RECEBA AS NOTÍCIAS POR E-MAIL Cadastre seu E-mail
linhagrossa
Faça uma homenagem ao seu Pet, acenda a Chama da Recordação, clique aqui.
 
Cães da Tailândia são contrabandeados para restaurantes do Vietnã

Organizações de proteção dos animais pressionam autoridades e pedem leis contra maus tratos

SÃO PAULO - Ativistas dos direitos dos animais dizem que cerca de 200 mil cães são contrabandeados por ano da Tailândia para os restaurantes no Vietnã. Muitos morrem por asfixia na viagem porque são transportados em gaiolas de arame e estão sujeitos a estresse e desidratação.

'Empilhados em cima uns dos outros, eles começam a morder uns aos outros por causa do grande desconforto', disse Tuan Bendixsen, diretor da Fundação de Defesa Animal do Vietnã, à reportagem da CNN.

O sofrimento não termina quando os animais chegam ao Vietnã. A crença comum é que o estresse e o medo liberam hormônios que melhoram o sabor da carne, por isso eles são maltratados até na hora do abate.

Os contrabandistas não poupam nem os cães de estimação, que são furtados e revendidos para a rede que abastece os restaurantes vietnamitas e chineses. Um cachorro na Tailândia pode valer até US$ 10. Esse número aumenta para cerca de US$ 60 nos restaurantes do Vietnã. A estimativa é que mais de um milhão de cães são consumidos a cada ano no Vietnã.

As associações de defesa dos animais estão lutando para mudar a situação com pressões junto ao Departamento de Desenvolvimento da Pecuária da Tailândia e obter um projeto de lei que reprima o contrabando de cães.




Fonte: Economia & Negócios - Publicado neste site em 10/06/2013