Translate       Traducir    
Boletim de Notícias
Boletim Eletrônico - N° 1067
  
RECEBA AS NOTÍCIAS POR E-MAIL Cadastre seu E-mail
linhagrossa
Faça uma homenagem ao seu Pet, acenda a Chama da Recordação, clique aqui.
 
Protetor na Malásia enfrenta desprezo de muçulmanos para cuidar de cães

documentario malasia 1 Protetor na Malásia enfrenta desprezo de muçulmanos para cuidar de cães

Cães são considerados “impuros” por mulçumanos na Malásia. E o humano que está com um animal, só por cuidar dele, também é impuro por associação.

Imaginem só quantos bichos não vivem nas ruas, porque ninguém os quer. Apesar disso, Pak Mie e sua esposa Mak Intan cuidam de mais de 600 animais abandonados, incluindo gatinhos.

Ele resgata bichos desde 1990 e que gasta todo dinheiro e tempo que tem cuidando dos animais.

São 50 quilos de arroz por dia, gasto com transporte da comida e com a saúde dos bichos. No abrigo não há energia elétrica, então eles precisam de gerador, e isso também custa.

— Usamos todo dinheiro que temos não conosco, mas com eles.

Agora, o abrigo tem que mudar de lugar até maio deste ano. Eles estão afltos. Pak Mie tem uma justificativa simples para o que faz.

— Não importa o animal. Desde criança, meu coração está com eles.

Assista, emocione-se e inspire-se com o documentário na página do abrigo.



documentário malasia 2 Protetor na Malásia enfrenta desprezo de muçulmanos para cuidar de cães

documentário malasia 3 Protetor na Malásia enfrenta desprezo de muçulmanos para cuidar de cães


Fonte: R7 Notícias - Publicado neste site em 23/02/2013