Translate       Traducir    
Boletim de Notícias
Boletim Eletrônico - N° 1004
  
RECEBA AS NOTÍCIAS POR E-MAIL Cadastre seu E-mail
linhagrossa
Faça uma homenagem ao seu Pet, acenda a Chama da Recordação, clique aqui.
 
Cães são alvo de maus-tratos em canil de ONG em Caldas, MG

Moradores fizeram várias denúncias no distrito de Pocinhos do Rio Verde.
MP entrou com ação pedindo adequações na área ocupada pelo canil.

Cães que vivem no canil de uma ONG no distrito de Pocinhos do Rio Verde, em Caldas (MG), têm sido alvo de maus-tratos. Após várias denúncias de moradores e um boletim de ocorrência na Polícia Militar, a Polícia Civil e o Ministério Público entraram no caso.

O canil fica em um sítio onde vivem 162 cães. Segundo o presidente da ONG, o Padre Rogério Cruz, 30% dos animais estão com sarna ou machucados. Não existe canis para todos os cachorros e, por isso, aqueles que passam por tratamento convivem com os sadios.

“Em uma nota de 0 a 10 eu daria 6 para o canil. Ele estará em melhores condições assim que o poder público entrar com recursos para nos ajudar, já que este local é mantido por um grupo de voluntários”, afirma o padre.

O promotor de Caldas, José Eduardo de Souza Lima, informou que já recebeu várias denúncias de maus-tratos contra os animais atendidos pela ONG. O caso resultou em uma ação civil pública e o processo foi julgado. Ainda de acordo com o MP, a Justiça estipulou uma série de obrigações, entre elas comprovantes de vacinas de todos os animais e a separação de machos e fêmeas.

Para atender às determinações, novos canis estão sendo construídos. Já a obra de uma sala de cirurgia teve que ser interrompida por falta de dinheiro. O ambulatório está pronto, mas ainda faltam equipamentos.

O G1 tentou contato com o prefeito de Caldas, Ulisses Guimarães Borges, mas até essa publicação ele não foi encontrado para falar se pretende ajudar a ONG.

Cães vivem em situação precária em canil de ONG em Pocinhos do Rio Verde (Foto: Reprodução EPTV)
Cães vivem em situação precária em canil de ONG em Pocinhos do Rio Verde (Foto: Reprodução EPTV)


Fonte: G1 - Publicado neste site em 07/01/2013