Translate       Traducir    
RECEBA AS NOTÍCIAS POR
E-MAIL
Cadastre seu Endereço aqui
News Criador On-line
Boletim Eletrônico - N° 891 - #3
  
-
Software Animal Manager, essencial para seu negócio prosperar, acesse aqui.
 
• Caso não esteja visualizando o texto deste boletim, acesse: www.criadoronline.com.br/boletim
• Para remover seu endereço de nossa lista acesse aqui
Cães idosos: eles merecem tudo de melhor!
Conheça os cuidado especiais

Veterinário dá dicas de como oferecer qualidade de vida aos nossos velhinhos

BBC/Nancy Levine

De maneira geral, um cão começa a envelhecer aos 7 anos de idade

Primeira questão importante é: quando um cão é considerado idoso? Vai depender do tamanho do cão.

O médico veterinário e oncologista Bruno Baetas explica:

— Os cães de raças menores tendem a envelhecer mais devagar, devido ao seu metabolismo, e podemos considerá-los na terceira idade entre 9 e 13 anos. Porém um cão de grande porte chega a terceira idade dos 6 aos 9 anos. Mas, de maneira geral, pode-se dizer que um cão começa a envelhecer aos 7 anos de idade.

De todos os cuidados especiais que devemos ter com os animais idosos, podemos ressaltar como o principal, a alimentação.
O metabolismo dos cães idosos fica mais lento e a massa muscular diminui também, assim como as necessidades energéticas. O cuidado nesta fase da vida é para evitar o ganho de peso do animal.

Outro problema comum da velhice são as doenças degenerativas, como o câncer. É muito importante que a alimentação seja rica em antioxidantes.

Artrite, artrose ou alguma alteração osteoarticular, mesmo que em grau leve, também acometem com frequência os idosos. Então é indicada a utilização de rações com protetores articulares como a glicosamina e a condroitina. 

As quantidades de fósforo, sódio e proteína nos cães com problemas renais devem ser diminuidas nas rações. Existem no mercado produtos específicos para cães com problemas cardíacos e renais. Peça a indicação do seu médico veterinário de confiança.

Com o passar do tempo, a visão e a audição ficam comprometidas, como explica o veterinário Bruno:

— Nesta altura, evite mudanças radicais do mobiliário, hábitos e horários. O animal adapta-se bem a mudanças graduais, mas se forem súbitas, podem causar um profundo estresse.

As doenças degenerativas chagam junto com a idade, então, é essencial que os cães façam check-up com seu veterinário de 6 em 6 meses, pelo menos.

— A prevenção e detecção inicial são muito importantes, uma vez que algumas dessas doenças podem não ser curadas! 
Deixar o cão em local com piso antiderrapante ajuda ao tratamento e prevenção dos problemas osteoarticulares. Outro problema comum nos pacientes idosos são as patologias dentárias e periodontais que podem inclusive levar a problemas cardiovasculares.

As mudanças de temperatura também exigem atenção dos donos.

— No verão, deixe mais de um pote de água disponivel, deixe também o cão em local ventilado. Já no inverno, mantenha-o sempre em local seco e quente.

Consultas de rotina são importantíssimas para o controle e detecção de doenças. O mais importante é dar uma velhice boa e digna para o nosso amigo idoso.

Você sabe tudo sobre cachorro? Faça o quiz e prove!


Fonte: R7 Entretenimento - Publicado neste site em 27/10/2012


 

Veja mais notícias em nosso site, acesse: www.criadoronline.com.br/news
 

-
O "News Criador On-line" é enviado a pessoas cadastradas ou indicadas. Se não deseja recebe-lo, ou considera que foi cadastrado indevidamente, por favor, clique aqui para remover