Translate       Traducir    
RECEBA AS NOTÍCIAS POR
E-MAIL
Cadastre seu Endereço aqui
News Criador On-line
Boletim Eletrônico - N° 617 - #3
  
-
Software Animal Manager, essencial para seu negócio prosperar, acesse aqui.
 
• Caso não esteja visualizando o texto deste boletim, acesse: www.criadoronline.com.br/boletim
• Para remover seu endereço de nossa lista acesse aqui
Por dia, cães mordem 100 pessoas no Paraná
Hospital Cajuru em parceria com Copel, Sanepar, Cavo e Correios, lança hoje a 2ª Campanha de Conscientização

Cartilhas ensinam cuidados básicos para evitar acidentes entre trabalhadores e cães (foto: Franklin de Freitas)

O Hospital Universitário Cajuru da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), lança hoje a 2ª Campanha de Conscientização e Prevenção de Acidentes com Cães. A segunda edição da campanha, já lançada no ano passado, desta vez tem o apoio da Cavo, Copel, Correios e Sanepar, empresas cujos trabalhadores estão entre as categorias que mais sofrem com acidentes do tipo.  No Paraná, os hospitais atendem mais de 100 vítimas de mordida de cão por dia. Só em 2011 foram mais de 37.604 atendimentos registrados pela Secretária de Saúde do Estado. 

Só nos três primeiros meses deste ano, e contando apenas números da Cavo, Sanepar e Copel, foram 33 ocorrências em Curitiba e região. Normalmente, as vítimas chegam à unidade de atendimento médico com lesões em áreas nobres, como a face e a cabeça.

Na Capital, a empresa Cavo, responsável pela coleta de lixo, já tem registro de dez acidentes com seus trabalhadores envolvendo ataques de cães nas ruas. No ano passado foram 44. A Sanepar tem números semelhantes. Neste ano de janeiro a março já foram nove casos e no ano passado 48 leituristas mordidos. Já entre os carteiros, foram 33 casos neste ano em todo o Paraná, e 105 no ano passado todo.

A Copel é a que apresenta um quadro diferente. A Companhia informa que já teve 14 ocorrências com seus leituristas na Capital e Região entre janeiro e março de 2012, sete deles só em Curitiba. No ano passado inteiro foram 24 casos. Em apenas três meses, os casos de 2012 representam mais da metade de todos os acidentes do ano passado.

Somente em Curitiba, os ataques de cães a leituristas representam a principal causa de acidentes sofridos por empregados da Copel, correspondendo a 30% do total de casos. De acordo com o Setor de Segurança do Trabalho da Companhia, que analisa detalhadamente todos os acidentes ocorridos com empregados, em cerca de 70% dos acidentes com cães há omissão ou negligência do proprietário. Por isso, a Copel desenvolve ações para tentar neutralizar os riscos, como enviar cartas com orientações detalhadas, alertando os donos de cães sobre as suas responsabilidades na guarda de animais e com a segurança de terceiros.

Campanha — A campanha será permanente até o final do ano, com ações pontuais de cada empresa apoiadora. O objetivo é conscientizar a população sobre os cuidados e a responsabilidade de cada um com seus animais. O símbolo da campanha é um cachorro sem raça definida, uma vez que o cuidado deve ser tomado com cães de qualquer raça e porte. A campanha conta com uma cartilha que traz dicas para identificar sinais de um possível ataque, como proceder em casos de acidentes, e os primeiros socorros. Também conta um capítulo especial com orientações preventivas para os profissionais.

Os voluntários das empresas participantes estarão hoje e amanhã espalhados por Curitiba, em pontos de grande movimentação, como terminais de ônibus e hipermercados, levando informações para as pessoas. O objetivo é conscientizar a população sobre os cuidados que devem ser tomados e a responsabilidade que cada um deve ter com os seus animais.

Além da ação no Hospital Universitário Cajuru, o material de conscientização será distribuído pelos apoiadores em 26 terminais de ônibus e em 12 hipermercados da Rede Condor, em Curitiba.


Fonte: Bem Paraná - Publicado neste site em 29/04/2012


 

Veja mais notícias em nosso site, acesse: www.criadoronline.com.br/news
 

-
O "News Criador On-line" é enviado a pessoas cadastradas ou indicadas. Se não deseja recebe-lo, ou considera que foi cadastrado indevidamente, por favor, clique aqui para remover